Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

2 Dedos de Conversa

Blog pessoal, onde pretendo fazer deste cantinho a " Mi casa es su casa ". Experiências pessoais , troca de idéias, e incentivo a (re)descobrires o teu lugar neste planeta. O que te move , o que te apaixona. SeR para CresCeR

2 Dedos de Conversa

Blog pessoal, onde pretendo fazer deste cantinho a " Mi casa es su casa ". Experiências pessoais , troca de idéias, e incentivo a (re)descobrires o teu lugar neste planeta. O que te move , o que te apaixona. SeR para CresCeR

Sex | 08.12.17

A Lenda do Urso e da panela

Sónia Azevedo

urso.jpg

 

 

"Um urso faminto, procurava alimento, quando sentiu o cheiro a comida perto de um acampamento.

Atraído pelo cheiro, aproximou-se do acampamento e verificou que não se encontrava ninguém.

Numa fogueira estava uma panela cheia de comida. Agarrou na panela e abraçou-a com toda a força contra o seu peito e começou a devorar a comida.

Só então percebeu o calor que a panela emanava contra o seu peito, o que fez, com que queimasse as suas patas e o seu peito.

Desesperado com a dor das queimaduras, interpretou a mesma como se fosse algo a querer roubar-lhe a comida.

Por sua vez, mais apertava com força a panela contra o peito, e mais se queimava.

Rugia altíssimo devido às dores que as queimaduras lhe provocavam, e mais forte agarrava na panela.

Quando os caçadores do acampamento retornaram, encontraram o urso caído no chão já morto, ainda agarrado à panela e com a expressão no rosto de ainda estar a rugir."

 

Com esta lenda o que vos quero transmitir é que reflictam, sobre o seguinte:

 

Muitas vezes agarramo-nos a coisas que nos parecem ser imprescindíveis para a nossa vida.

Algumas delas só nos causam dor, queimam-nos por dentro e por fora, e tal como o urso, teimamos em não largá-las.

E parece que quanto mais dor, mais sofrimento e desepero nos provocam, menos conseguimos libertá-las.

Há alturas que devemos parar e entender, reconhecer, que devemos libertar coisas que não nos servem mais.

Ao largar, dás espaço a novas coisas, a mudanças, para a nossa vida!

Então para quê continuar agarrado à panela?

 

 

Bom feriado

Bjinhos e Amor

 

Sónia 

SeR para CresCeR

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post