Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

2 Dedos de Conversa

Blog pessoal, onde pretendo fazer deste cantinho a " Mi casa es su casa ". Experiências pessoais , troca de idéias, e incentivo a (re)descobrires o teu lugar neste planeta. O que te move , o que te apaixona. SeR para CresCeR

2 Dedos de Conversa

Blog pessoal, onde pretendo fazer deste cantinho a " Mi casa es su casa ". Experiências pessoais , troca de idéias, e incentivo a (re)descobrires o teu lugar neste planeta. O que te move , o que te apaixona. SeR para CresCeR

Qui | 02.11.17

Preso na tua própria teia

Sónia Azevedo

ct-teia-de-aranha-900.jpg

 

 

 

Quantas vezes te sentes preso a situações, pensamentos e crenças que te limitam?

Tudo à tua volta parece levar-te a situações que já vivenciaste, e tudo parece repetir-se.

Voltas a experienciar tudo o que mais temes. Parece um ciclo vicioso.

Isto deve-se às crenças que tens, são idéias que acreditas profundamente e que te prendem a uma determinada leitura ou interpretação da realidade.

Por sua vez as tuas possibilidades perante a vida assim como a tua liberdade de escolha, ficam comprometidas.

Pouco a pouco estabelece-se um circuito que passa pelo teu interior e manifesta-se exteriormente, criando desta forma a tua realidade.

 

Os pensamentos, criam sentimentos, e os sentimentos criam sensações físicas que desencadeiam atitudes e acções.

E isto tende a repetir-se, consequentemente repetes as ecolhas,acções e atitudes.

 

O que acaba por confirmar o resultado das tuas crenças.

 

Está montado o Ciclo Vicioso!

Sentes-te refém da realidade que tu crias!

Sentes-te preso a uma teia.

E por mais que te esforçes não consegues sair.

 

Estas crenças limitantes , devem-se a histórias que vivenciaste, histórias de dor. Situações que te marcaram.

A partir delas, constróis defesas para te protegeres.

Se não sarastes bem essa experiência com dor, se não a resolveste, dá-se o ponto que origina a tal crença limitante. 

Então para mudar este ciclo, primeiramente deves ter consciência da repetição que se dá na tua vida

Depois deves esforçar-te a recordar o episódio que desencadeou essa dor, que na altura não soubeste cuidar.

Sem julgamentos ou críticas, cuida desse evento , dá-te colo, mima-te , e liberta essas lembranças.

O resultado não é de um dia para o outro.

Lembra-te que estás a aprender.

Sê gentil contigo, compreensiva!

E vai largando a dor...vai largando amorosamente.

É um processo de desconstrução e libertação!

É lento..requer paciência.

 

Mas conforme vais libertando, os teus sentimentos e escolhas vão mudando e consequentemente a tua vibração, que é a energia que emanas.

Então naturalmente , como a água segue o seu fluxo, novos caminhos se abrem, assim como um mundo de infinitas possibilidades também.

És livre de escolher o caminho que desejares....sem Limitações.

 

Bjinho

 

Sónia

SeR para CresCeR